Ebook 500 Receitas Low Carb em PDF Para Baixar

Ebook 500  Receitas Low Carb

Ebook 500  Receitas Low Carb, o livro que vai te ajudar a emagrecer

Ebook 500  Receitas Low Carb – Até recentemente, principalmente as “gorduras ruins” eram responsáveis ​​pelo excesso de peso e por uma dieta pouco saudável, agora cada vez mais os carboidratos mais discretos são alvo de especialistas em nutrição e especialistas em alimentos. 

Low Carb é a tendência dietética que os críticos de carboidratos prescrevem no momento. 

Mas por onde eu começo? O que devo comer, o que não? O que Low Carb significa exatamente e o que são carboidratos ruins?

Nesta postagem será abordado os conceitos básicos da dieta low carb e também o que o  Ebook 500  Receitas Low Carb tem a oferecer para te ajudar no processo de emagrecimento. 

O e-book possui  500 Receitas Low Carb que incluem refeições, pães, bolos, sobremesas e muito mais. Tudo para você ter conforto e segurança na hora de fazer suas refeições.

Além do Ebook 500 receitas low carb, você leva 3 bônus exclusivos

BÔNUS # 1 – MANUAL LOW CARB

O Guia definitivo com todas as informações, que aborda de maneira simples e objetiva tudo sobre a dieta low carb. Você vai descobrir o que funciona e o que não funciona, o que pode e o que não pode fazer, para você emagrecer com a dieta low carb.

BÔNUS # 2 – LISTA DE ALIMENTOS LOW CARB

Neste livro digital você vai encontrar uma lista completa com todos os alimentos que são permitidos e os alimentos que são proibidos na dieta low carb. Tudo para você seguir a dieta sem ter que se preocupar.

BÔNUS # 3 – 32 EXERCÍCIOS PARA FAZER EM CASA

Com a rotina corrida do dia-a-dia nem sempre temos tempo para ir a uma academia, ou fazer uma caminhada. Com esse completo livro digital, você vai aprender 32 exercícios simples e rápidos para fazer em casa e potencializar seu emagrecimento.

Uma das maiores preocupações das pessoas é saber o que vai comer, e muitas das vezes não sabe como iniciar a dieta low carb.

Confira agora o conteúdo e seja bem sucedido com um excelente livro para te auxiliar em todo o procedimento

  • 1 Low Carb – o que isso significa exatamente?
  • 2 O que são carboidratos e como eles funcionam no corpo?
  • 2.1 Fatos sobre carboidratos: alimentos com o açúcar
  • 2.2 Você precisa saber mais sobre os açúcares
  • 2.3 Como funcionam os carboidratos no corpo
  • 2.4 Conhecimento adicional sobre o açúcar
  • 3 A idéia Low Carb: por que menos carboidratos?
  • 4  O que você pode consumir na dieta low carb?
  • 4.1 Consuma os seguintes alimentos
  • 4.2 Não consuma os seguintes alimentos 
  • 5 As regras mais importantes de baixos níveis de carboidratos 
  • 6 As dietas de baixo carboidrato mais conhecidas 
  • 6.1 O Método Atkins 
  • 6,2 LCHF – Low Carb, alto teor de gordura 
  • 6.3 O método cetogênico 
  • 6.4 O método LOGI e o método Glyx  
  • 7 O que é Low Carb? 
  • 8 As melhores dicas de baixo carboidrato para iniciantes 
  • 9 Low Carb para bolos – Dicas
  • 9.1 Farinha de baixo carboidrato em substituição a outras farinhas
  • 9,2 Substituto de açúcar 
  • 10 sua semana, seu desafio!
  • 11 Low Carb Receitas 

Low Carb – o que isso significa exatamente?

Low Carb – desde que começamos no começo com uma explicação de curto prazo:

Low Carb significa “pouco carboidrato” .

  • Low carb é o termo genérico para dietas e dietas pobres em carboidratos que se concentram na redução ou minimização do teor de carboidratos da nutrição diária.
  • O objetivo da minimização de carboidratos é geralmente uma perda de peso desejada ou uma dieta geralmente mais “saudável” .
  • O que são carboidratos e como eles funcionam no corpo?

O que são carboidratos e como eles funcionam no corpo?

Fatos sobre carboidratos: alimentos com o açúcar

Ok, Low Carb é sobre carboidratos baixos – mas para entender o que está por trás da dieta pobre em carboidratos, devemos esclarecer o que exatamente são os carboidratos. 

Então, o que são carboidratos exatamente? Em quais alimentos eles estão contidos e o que acontece no corpo quando nos alimentamos deles?

  • Carboidratos, juntamente com gorduras e proteínas estão entre os três principais grupos de nutrientes dos nossos alimentos.
  • Um corpo saudável precisa satisfazer as necessidades de energia dos carboidratos como uma fonte rápida de energia – especialmente quando se trata de altos níveis de atividade física.
  • Eles são o combustível para os músculos e o cérebro e consistem em moléculas de açúcar que se combinam para formar cadeias de diferentes comprimentos.

Você precisa saber mais sobre os açúcares

Simplificando, os carboidratos são açúcares . Quimicamente, as cadeias de açúcar são também chamadas de sacarídeos e diferenciadas de acordo com a natureza de sua composição:

  • Açúcares simples (monossacarídeos): glicose e frutose  – consiste de moléculas de açúcar individuais e gosto muito doce.
  • Açúcar duplo (dissacarídeos): açúcar cristal ( sacarose – composto de glicose e frutose 50:50), lactose 
  •  e maltose (maltose) – cadeias curtas de duas moléculas de açúcar com sabor adocicado.
  • Múltiplos açúcares (oligossacarídeos): Especialmente em leguminosas como lentilhas, ervilhas, feijões e grão de bico – açúcar de cadeia longa, neutro ao paladar.
  • Açúcares múltiplos (polissacarídeos): Encontrado principalmente no amido – cereais, grãos integrais, pão, batatas, arroz, milho – é composto de longas cadeias de açúcar e é insípido.

Também nas alternativas comuns de açúcar natural , que muitas vezes as pessoas gostam de usar como um substituto para o açúcar de mesa clássico, estes açúcares estão incluídos:

  • Mel – é produzido pelas abelhas industriosas a partir do néctar das flores e consiste principalmente de frutose, glucose, sacarose, maltose e outros açúcares polihídricos. Ele tem uma doçura mais forte que o açúcar de mesa.
  • Xarope de agave – é obtido a partir do suco da planta agave e consiste principalmente de frutose e glicose. O xarope tem um maior poder adoçante do que o açúcar clássico.
  • Açúcar de flor de coco – é o suco de coco cristalizado e consiste em grande parte de sacarose. É muito semelhante em consistência ao açúcar de mesa, mas é ligeiramente menos doce e tem um índice glicêmico mais baixo (ver o método LOGI abaixo).
  • Xarope de bordo – é o suco natural de árvores de bordo e contém principalmente sacarose, frutose e glicose. Seu poder adoçante é menor que o do açúcar de mesa.

É assim que os carboidratos funcionam no corpo

  1. O açúcar só pode ser absorvido na forma de açúcares simples, isto é, glicose na corrente sanguínea, metabolizado e convertido em energia.
  2. Quando você consome açúcar, o hormônio insulina é liberado. Ele age como um “chofer de açúcar” e transporta a glicose do sangue para as células do corpo, fornecendo-lhes assim um novo poder.
  3. Todos os múltiplos açúcares devem primeiro ser decompostos e convertidos em glicose para entrar nas células. Por conseguinte, mais lentamente aumentam o nível de açúcar no sangue após a admissão.
  4. Os açúcares simples e duplos são diretamente recicláveis e fornecem energia imediata . No entanto, eles não fornecem um efeito de saciedade duradouro. O motivo: o açúcar vai diretamente para o sangue e deve ser usado imediatamente. 
  5. Para este efeito, o corpo derrama muita insulina – o açúcar é imediatamente transportado para as células. Tão rápido como estava lá, também é quebrado novamente – o nível de açúcar no sangue cai rapidamente . O resultado: fadiga, perda de performance, falta de concentração e, acima de tudo, desejo por mais açúcar. 
  6. Mas quando o corpo precisa de menos energia do que recebe, armazena o excesso de açúcar transformando-o em gordura . O corpo poderia recorrer a essas reservas de energia na próxima emergência de açúcar. No entanto, tal estado de emergência não ocorrerá por causa dos hábitos alimentares muito ricos em açúcar que são comuns hoje em dia – infelizmente nossos corpos não sabem disso.

Abandonar os açúcares e consumir pouco carboidrato é a chave para perda de peso e o Ebook 500 Receitas low carb vai te ajudar neste projeto de emagrecimento saudável.

A maioria das pessoas consome muito mais açúcar do que o corpo pode converter em energia e consumir. O resultado: as almofadas de gordura crescem lentamente, mas de forma constante, porque o nosso corpo está programado para armazenar energia em tempos difíceis .

Conhecimento adicional sobre o açúcar

Você também deve saber sobre carboidratos e ingestão de açúcar:

  • A fibra é sua amiga: os constituintes dietéticos amplamente indigestíveis de alimentos vegetais, como hortaliças, certas frutas e verduras aumentam a digestão e têm um efeito positivo nos níveis de açúcar no sangue. Nota: Se você consumir açúcar, então, na melhor das hipóteses, em combinação com muita fibra.
  • Cuidado com a frutose: A frutose natural , como está presente apenas em frutas frescas , não aumenta o açúcar no sangue tão rapidamente, pois é independente de insulina, metabolizada principalmente através do intestino e do fígado.No entanto, a frutose isolada produzida artificialmente faz com que os níveis de insulina aumentem tão rapidamente quanto o açúcar doméstico – ela se esconde na maioria dos alimentos processados e doces.Por causa de seu maior poder adoçante e seu baixo preço de produção, é usado com muita frequência na indústria alimentícia.
  • Importante em termos de força: diferencia-se entre o amido não ramificado (por exemplo, de grãos integrais), que faz com que o açúcar no sangue suba apenas lentamente e amido ramificado (por exemplo, farinha de trigo), que persegue os níveis de insulina.

A idéia Low Carb: por que menos carboidratos?

Uma dieta muito rica em carboidratos pode, portanto, levar a um excesso de peso mais rápido, especialmente em pessoas com baixa necessidade de energia. Aqui, também, a ideia de evolução desempenha um papel: de acordo com a tese, o metabolismo dos seres humanos é geneticamente ainda não adaptado a uma dieta tão pesada em carboidratos.

Além disso, a maioria das pessoas não sabe quantos carboidratos eles consomem diariamente, especialmente sobre açúcares escondidos e quais efeitos podem causar no corpo. 

Conheça o Ebook 500 Receitas Low Carb, ele possui todas as dicas de alimentos baixos em carboidratos.

  • Com redução consistente da ingestão de carboidratos, o organismo deve alterar o metabolismo. Sendo assim, sua única maneira ter energia são as reservas de gordura como uma fonte alternativa de energia para fazer um substituto do açúcar – ah, sim, seu corpo pode realmente fazer isso.
  • Para fazer isso, ele converte a gordura corporal no fígado em corpos chamados cetona , que servem como fontes alternativas de energia e para equilibrar o nível de açúcar no sangue e fazendo com que você perca peso.
  • Proteínas não podem salvar o corpo em comparação com gorduras. Ele só pode usar a proteína valiosa imediatamente – apenas a gordura do corpo permanece por mais energia.
  • A chamada degradação dos depósitos de gordura deve levar à perda de peso . Como o corpo é muito ativo na questão da produção de energia à noite, o processo deve ser fortalecido pela renúncia completa dos carboidratos, especialmente à noite.
  • Baixo nível de carboidratos significa que menos de 30% de sua ingestão diária de energia (máx. 70-120 g) deve vir de carboidratos.  O teor de gordura e proteína dos alimentos é aumentado de acordo com a necessidade de energia.
  • Não deve haver déficit calórico como em muitas dietas. A redistribuição de calorias de carboidratos para gorduras e proteínas deve desencadear a queima de gordura e criar uma sensação de saciedade duradoura. Contagem de calorias irritantes é eliminada.

Leia Também:

Ebook 500 Receitas Low Carb em PDF Para Baixar
Jejum Intermitente Para Emagrecer
Jejum Intermitente e Dieta Low Carb

O que você pode consumir na dieta low carb

E é assim que funciona: açúcar e alimentos ricos em amido são retirados da lista de compras tanto quanto possível e substituídos por alimentos ricos em gordura e proteína. Não parece tão complicado? Não é:

Consuma os seguintes alimentos

  • Água e chá
  • ovos
  • Carne (não empanada!)
  • Peixe e marisco
  • Legumes com baixo teor de carboidratos e baixo teor de amido (por exemplo, abobrinha, repolho, brócolis, pepino, cogumelos, espinafre)
  • Nozes, sementes, 
  • Frutose-free frutas em pequenas quantidades (por exemplo, frutas vermelhas, frutas cítricas, kiwi, abacate, mamão)
  • Produtos lácteos não processados ​​(por exemplo, iogurte, soro de leite coalhado)
  • queijo
  • gorduras

Não consuma os seguintes alimento:

  • Sucos, refrigerantes e álcool
  • Cereais, Farinha de Trigo e Farinha de Aveia, Pão de Padaria
  • Legumes ricos em amido (por exemplo, batatas e batata doce, abóbora, milho)
  • Arroz
  • Fruta rica em frutose (especialmente bananas, uvas, cerejas, tâmaras e outros frutos secos)
  • Salsicha processada com adição de açúcar
  • Doces
  • Açúcar refinado (substitutos naturais do açúcar tão raros quanto possível)

As regras mais importantes de baixos níveis de carboidrato

1 – Beba o suficiente …

… e acima de tudo, a coisa certa. Durante o dia você deve tomar cerca de 2-3 litros de líquido, de preferência água e chá sem açúcar . Para um pouco mais de sabor, você também pode saborear sua água com limão, gengibre ou outras frutas frescas e ervas. Desde que é especialmente no começo um pouco mais fácil.

2 – Coma seus vegetais …

… porque você nunca faz nada de errado com isso. No entendimento da dieta low carb, no entanto, você deve prestar atenção ao teor de amido de seus legumes favoritos: salada, repolho, berinjela, abobrinha, tomate, pepino e brócolis geralmente eles contém cerca de 5 gramas de carboidrato por xícara no máximo. Para batatas e batatas doces, você deve evitar devido ao seu alto teor de amido, a fim de economizar carboidratos.

3 – Não tenha medo de gordura …

… porque isso assume o papel dos carboidratos na transição para uma dieta low carb e se tranformam nos fornecedores de energia.

Além disso, a gordura não é a mesma gordura sempre: diferenças entre gorduras saturadas e insaturadas. Sem os ácidos graxos saudáveis ​​e insaturados , nosso metabolismo não funcionará, mas seu corpo não pode produzi-lo sozinho. Eles estão principalmente contidos em óleos vegetais (como azeite e óleo de colza) e gorduras vegetais (por exemplo, nozes e abacates). Mas também os peixes (como salmão e arenque) são ricos em ácidos graxos ômega-3 essenciais .

Ácidos graxos saturados geralmente não são saudáveis, mas são menos essenciais para o corpo. Eles são encontrados principalmente em alimentos de origem animal (como manteiga, carne e leite). Eles servem o corpo como fornecedores diretos de energia. Se você ingerir muitas gorduras saturadas, mas consumir menos energia, seu corpo as armazenará rapidamente como gordura.

Então: Mime-se com gorduras boas e mantenha seu metabolismo com muitos ácidos graxos insaturados no momento.

4 – Descubra o poder das proteínas …

… e fique em forma. Alimentos ricos em proteínas são rápidos e duradouros, aumentam o metabolismo e são essenciais para a construção muscular . Proteínas são feitas de aminoácidos. Aqui é importante distinguir entre aminoácidos essenciais e não essenciais:

Aminoácidos não essenciais podem se formar no próprio corpo. Em contraste, os aminoácidos essenciais não podem ser produzidos pelo nosso organismo. Proteína animal de ovos, carne e produtos lácteos fornece um “pacote completo” de aminoácidos essenciais. 

5 – Desista do açúcar …

… ou substitua-o o melhor que puder. Por causa da dieta pobre em carboidratos, é claro que é melhor remover o açúcar extra do plano de refeições.

De vez em quando, mas tem que ser algo doce? Se você quiser fazer um lanche ou se quiser adoçar algo, se necessário, volte em caso de dúvidas em substitutos do açúcar como estévia e xilitol ou açúcar natural como açúcar de coco, mel, xarope de agave ou xarope de bordo em vez de açúcar refinado. Mas seja econômico, porque o açúcar natural consiste em carboidratos.

6 – Se carboidratos, então carboidratos complexos …

… integral em vez de farinha branca. Dê preferência as oleaginosas, pois são superiores aos alimentos de farinha branca em termos de nutrientes e fibras. Eles o preenchem mais e mais rápido e são mais fáceis de digerir. Além disso, eles não elevam o nível de açúcar no sangue. Então, se não é suficiente macarrão de abobrinha, pegue as variantes de farinhas low carb para os seus preparos. Afinal, “Low Carb” nem sempre tem que ser “No Carb”.

7 – Coma três refeições por dia …

… e permita que o seu corpo, enquanto isso, um intervalo digestivo de 4 a 5 horas , no qual seus níveis de insulina podem retornar aos níveis normais.

Além disso, esteja atento ao seu jantar e evite alimentos pesados ​​em carboidratos, especialmente no final do dia. Como o nível de insulina é alto na hora de dormir, a queima efetiva da gordura endógena é inibida durante a noite.

Para uma dieta mais acertada, sem muitas preocupações do que pode ou não pode, adquira o Ebook 500 receitas Low Carb.

Ebook 500 Receitas Low Carb

As dietas de baixo carboidrato mais conhecidas

Low Carb pode ser implementado de várias maneiras. Dependendo do método escolhido, as proporções de carboidratos, gorduras e proteínas na sua ingestão diária de energia são diferentes:

O método de Atkins

  • Atkins distingue 3 fases de redução de carboidratos.
  • A redução drástica da parte de hidrato de carbono de 20 g por dia na Fase 1. Aumento de hidratos de carbono rica em nutrientes a partir de nozes, frutos, vegetais e legumes em um dia 25 g tacteante um pouco lento – hidratos de carbono na fase 2. Fase 3 começa no peso desejado conseguido sempre aumentados, mas ainda baixa quantidade de carboidratos de cerca de 30 g por dia.
  • Composição dietética: Muitas proteínas, bem como muitas gorduras de todos os tipos.

LCHF – Low Carb, alto teor de gordura

  • Além da mera redução de carboidratos, o aumento deliberado no teor de gordura da dieta diária é adicionado.
  • Nenhuma inclusão de produtos de baixo carboidrato produzidos artificialmente.
  • Regras menos concretas das quantidades a serem consumidas. O padrão é reduzir o teor de carboidratos da dieta para o máximo. Reduza 50% e substitua o carb eliminado por várias gorduras de todos os tipos . Proteínas você deve tomar em LCHF em pequenas quantidades para você.

O método cetogênico

  • Redução extrema de carboidratos – o “muito baixo carb-método” apertado .
  • Composição nutricional específica: 75% de gorduras, 20% de proteínas, permanentemente no máximo 5% de carboidratos (cerca de 20 g por dia).
  • Importante: A alteração do metabolismo. A fim de manter o nível de insulina constantemente baixo e o corpo permanentemente no estado de cetose , a ingestão de carboidratos deve ser consistentemente reduzida abaixo de 30 g por dia.
  • Não muita proteína : baixo teor de açúcar no sangue, a proteína também é rapidamente convertida em glicose, por isso aprecie carne e peixe com moderação.
  • Muitas gorduras vegetais de alta qualidade : azeite e óleo de colza, abacate, nozes e sementes.
  • A cetose também tem um efeito drenante.

O método LOGI e o método Glyx

  • A dieta de baixo índice glicêmico e insulêmico é baseada no índice glicêmico : O determinante do efeito dos alimentos contendo carboidratos nos níveis de açúcar no sangue – quanto maior o índice entre 1 e 100, mais rápido o nível de açúcar aumenta após o consumo.
  • Cada alimento recebe um valor de índice. Isso deve ser mantido o mais baixo possível em tudo que você come.O resultado: uma dieta com baixo teor de gordura e com baixo teor de gordura , rica em proteína devido à sua alta carne, peixe, legumes e frutas .
  • Distinção entre “bons carboidratos” (índice <50) e “carboidratos ruins” (índice> 50) .
  • Mas os carboidratos não são completamente proibidos : você só deve tomar aqueles que fazem com que o nível de açúcar no sangue suba muito lentamente – grãos inteiros!
  • O objetivo é uma mudança alimentar moderada e de longo prazo – não uma dieta clássica de curto prazo: não apenas a quantidade de carboidratos é relevante, mas também sua natureza.

O Ebook 500 receitas Low Carb atende perfeitamente cada modalidade da dieta low carb perfeitamente.

O que é Low Carb?

Com Low Carb derreta algumas almofadas de gordura e traga a figura do biquíni em forma novament.

Especificamente, se você está atualmente tomando uma dieta muito baseada em carboidratos, provavelmente verá ganhos rápidos em uma redução consistente no conteúdo de carboidratos de suas refeições em termos de perda de peso . Especialmente porque uma dieta baixa em carboidratos geralmente também tem um efeito drenante .

Mas, como acontece com muitas outras dietas e conceitos nutricionais, a chave para o sucesso é o poder de permanência necessário – especialmente a longo prazo. Porque depois de algumas semanas, as quantidades de carboidratos subitamente se tornam maiores novamente, os quilos retornam rapidamente aos seus quadris – o famoso e temido efeito yo-yo .

Para o sucesso a longo prazo, você deve integrar a idéia de baixo carboidrato em seu plano alimentar . No entanto, você só deve fazer variedades extremas de baixo carboidrato por um tempo limitado , e então gradualmente reintegrar carboidratos saudáveis em suas refeições em quantidades moderadas e com muita fibra para fornecer ao seu corpo os nutrientes ideais. para permanecer em uma dieta low carb indicamos o Ebook 500 receitas Low Carb.

“Tudo com moderação” – uma idéia básica saudável, que você deve ter em mente para uma dieta saudável e que eu também continuo chamando à minha consciência.

As melhores dicas de baixo carboidrato para iniciantes

  • Meu truque favorito de Low Carb: basta fazer suas refeições favoritas e substituir massas, batatas, arroz e pão com legumes ou salada. Os pratos familiares tornam muito mais fácil no começo, porque você não precisa ficar sem:
  • Pizza? Retire a massa  e faça massas de abobrinha, brócolis, couve-flor. Estão no forno redondo bases de pizza com baixo carboidratos .
  • Arroz? faça com couve-flor você pique bem pequenos os floretes ” e terá um arroz low-carb “.
  • Macarrão? Pegue um cortador de espiral e mexa macarrão de legumes de abobrinha, cenoura e muito mais.
  • Você quer algo para roer? Em seguida, faça suas próprias batatas fritas e use couve-repolho, abobrinha, couve e beterraba em vez de batatas com amido.
  • Saladas? prepare suas saladas e refeições com pouco carboidrato no dia anterior .
  • Tente um café da manhã saudável – ovo frito , omelete. São uma alternativa saborosa de baixo teor de carboidratos ao muesli clássico, smoothie de abacate e pão low carb ensinado no Ebook 500 receitas Low Carb.
  • Tem que ser uma custódia ? Então seu pão de volta – pão de proteína com chia e pão de couve – flor são ótimos para cortes com poucos carboidratos .
  • Você não vem brindar com álcool ? Em seguida, pegue o mais provável para um vinho seco em vez de coquetéis doces ou sucos. Mesmo com bebidas alcoólicas, quanto mais doce, mais açúcar está contido. Além disso, o álcool inibe a queima de gordura. Se você quer perder peso com Low Carb, você deve, na melhor das hipóteses, fazer sem ele.

Low Carb para bolos e biscoitos – Dicas 

Comer baixo carboidrato não significa necessariamente que você tem que esquecer o bolo e muito mais. Tudo bem – a melhor maneira de evitar a padaria é não ir até ela, mesmo que seja difícil, como eu já sei por experiência própria.

Para doces de baixo carboidrato, isso geralmente significa avental de investimento, ligar o processador de alimentos e fazer a cozinha local para a padaria. Mas eu prometo, vale a pena. Algumas receitas de bolos, muffins, Podem ser facilmente convertidas e adaptadas à dieta baixa em carboidratos, basta acessar o Ebook 500 receitas Low Carb para preparar todas essas delícias.

Com os bolos, os carboidratos acabam com farinha e açúcar na massa. Para contornar isso, você pode recorrer a alternativas e substitutos e economizar alguns carboidratos ao cozer:

Farinhas Low carb em substituição a outras farinhas

Farinha clássica geralmente fornece o suporte necessário durante o cozimento e dá o doce trata sua estabilidade graças ao glúten contido no trigo. Para substituir a farinha de trigo, você pode usar farinhas alternativas com menos carboidratos ao assar :

  • Farinha de amêndoa ou amêndoa ralada – a farinha de amêndoa desidratada ou amêndoa ralada tem muitos ingredientes ricos e é um substituto ideal de farinha de baixo carboidrato sem glúten com um leve sabor de noz.
  • Farinha de coco – da carne finamente ralada do coco. Com um processador de alimentos ou um misturador de alto desempenho, você mesmo pode fazer a farinha a partir de flocos de coco.
  • Proteína em pó e goma guar – Para substituir a farinha por panificação 1: 1 com proteína em pó, geralmente termina em bolo muito friável. A goma de guar fornece um ligante natural para maior estabilidade. A proporção certa de mistura é uma questão de gosto – você deve experimentar e se aproximar lentamente.
  • Para mais opções, consulte nossa postagem sobre farinhas low carb e não low carb.

Substituto do açúcar Low carb

Um pouco de doçura não deve ser perdida durante o cozimento. Para economizar carboidratos, você pode substituir o açúcar por esses substitutos de baixo carboidrato:

  • Xilitol (Xucker): Álcool natural livre de carboidratos de milho e madeira de bétula, metabolismo no intestino, a mesma doçura do açúcar, levemente solúvel.
  • Eritritol : Álcool natural livre de carboidratos a partir de fibras vegetais, metabolismo no intestino delgado, um pouco menos doce que o açúcar, menos solúvel.
  • Stevia : adoçante natural em pó, 300 vezes mais doce que o açúcar – então use com moderação.

Mas cuidado: o fato de que as substâncias de substituição são pobres em carboidratos e insulina parcialmente usada de forma independente no corpo não significa que elas sejam baixas em calorias – você não deve confundi-las. Então você deve usar o substituto do açúcar apenas com moderação . Visite a nossa sobre adoçantes na dieta low carb para mais informações.

Ainda mais dicas e truques para bolos, muffins e coisinhas com baixo teor de carboidratos no Ebook 500 Receitas Low Carb.

Sua semana, seu desafio!

Bem, você gostou da dieta baixa em carboidratos? Você gostaria de testar como é reduzir os carboidratos o máximo possível? Então comece agora e encare nosso desafio de 7 dias com baixo teor de carboidratos:

Low Carb Receitas

É assim que você permanece na dieta, com base em conhecimentos seguros.

Agora se você não sabe o que cozinhar, e você fica sem ideias de baixo carboidrato? Sem problema. Com as receitas Do Ebook 500 Receitas Low Carb, você ficará satisfeito durante o dia e a perseverança será uma certeza na sua dieta!

Você quer passar por essa experiência e conscientemente mudar alguma coisa em sua dieta? Você não sabe realmente por onde começar e não quer gastar muito tempo procurando receitas e todas as informações que precisa para perder peso?

Sem problema! Você pode começar imediatamente com o abrangente guia inicial em formato PDF prático , que estará sempre pronto em seu celular, tablet ou leitor de livros eletrônicos.

Ebook 500  Receitas Low Carb

Reply